Contato
Minha lista

Para preços e disponibilidade para este show, entre em contato conosco pelo info@avantgarde-prague.cz

Informações Importantes

Duração
Quando à noite
Onde? Teatro dos Estados

Descrição

Em um primeiro momento, pode parecer que a Cinderela de Rossini, ópera cómica composta com base no conto de fada do final do século XVII, hoje em dia não tem mais como surpreender alguém. Quando, porém, Enikő Eszenyi assumiu a direção, surgiu uma apresentação completamente nova e incomum, que graças à história clássica e à atmosfera charmosa do Teatro dos Estados manteve o aspecto original de conto de fadas.

Essa história quase todo mundo conhece bem: a boa moça Cinderela é infernizada pela madrasta e pelas duas irmãs más que querem se casar com um príncipe, e então acontece um milagre e ela pode deixar a interminável faxina para se transformar na estrela da noite, desejada inclusive pelo próprio príncipe. Na versão ópera da história, entretanto, ao invés da madrasta existe um barão malvado (na interpretação atual também um jogador amador de hóquei) e o príncipe que se apaixona pela Cinderela originalmente aparece como o cuidador de cavalos do príncipe. Seu serviçal Dandini executa, por um tempo, o papel de príncipe e deixa as duas irmãs da Cinderela disputarem por sua graça enquanto elas obviamente desprezam o suposto cuidador de cavalos, que é o verdadeiro príncipe….

A história é remodelada e adaptada ao contexto atual; as duas irmãs com seu comportamento e suas maquiagens simbolizam a limitada sociedade white trash, composta por exemplo por filhas de nobre; o príncipe-cuidador de cavalos usa casaco de couro e uma camiseta com uma estampa escrito Motorista da Limusine; a chegada do falso príncipe no castelo nos rememora das festas rock’n’roll dos anos 1960 e a Cinderela não é levada ao baile em uma carruagem, mas em um carro branco envenenado. A apresentação interessa bastante aos expectadores principalmente por conta de um certo movimento constante no palco, seja música ou um senso cómico de justiça, que se torna ainda mais especial por conta das entradas de pantomima e de um aspecto teatral cómico. Tudo isso sem diminuir o andamento do canto, que em essência conecta todos os elementos e assegura a qualidade de execução do espetáculo: basicamente mais um motivo pelo qual a apresentação se permite brincar tanto com o gênero, como com a história.

A ópera teme dois atos é apresentada na língua original italiana com legendas em tcheco e em inglês e é acompanhada pelo Coro e pela Orquestra do Teatro Nacional.

Contato

Národní divadlo Národní 223/2 Praha 1 – Nové Město 110 00

Opinião dos viajantes