Contato
Minha lista

Quatro Lugares Para Viver Como um Praguense

O centro histórico é uma obrigação e merece uma devida visita. Mas para uma perspectiva mais local, é necessário passar um tempo nos novos pontos mais agitados da cidade. Abaixo temos uma lista de 3 áreas próximas ao centro que valem a pena ser exploradas, além de uma rua central que nenhum turista deveria deixar passar em branco, por conta de sua concentração de bons lugares para comer.

 

Os subúrbios pós-industriais próximos ao centro estão se reinventando como lugares para comer, beber e se divertir. Ademais, Vinohrady e Vršovice, bairros situados a poucos minutos da Praça Venceslau e do centro, são endereços sempre desejáveis, e têm se tornado cada vez mais populares graças ao surgimento de novos restaurantes e locais de entretenimento. Ao mesmo tempo, o calçadão do rio Moldava, chamada de Náplavka, tem sido transformado de uma área morta para um local bastante pulsante, cheio de murmurinho e eventos. Graças ao excelente transporte público da cidade, explorar todos esses lugares não poderia ser mais simples.


Calçadão do Rio Moldava, Praga 2

Praga pode estar bem longe do litoral, mas o calçadão do Moldava, chamado carinhosamente em tcheco de Náplavka, confere um certo aspecto náutico à cidade. A área beira-rio rebaixada, separada das ruas agitadas do centro, foi ignorada por muitos anos, mas recentemente começou a tomar vida por conta de bares abertos quase que como buracos nas paredes, como por exemplo o Bajkazyl, ao mesmo tempo que barcos a vapor ancoravam cada vez mais em seus cais.

 

Tornou-se uma tradição de verão para os habitantes da cidade aproveitar um drinque sentado no calçadão ou em algum dos barcos estacionados por ali. Como parte do projeto de renovação da área, os estabelecimentos abertos praticamente como buracos na parece estão momentaneamente fechados, mas devem reabrir em 2019. Mas ainda assim é possível andar ao longo da área do “calçadão” do rio Moldava e tomar um drinque em um dos bares flutuantes.

 

É possível dançar ao ar livre na A(VOID) Floating Gallery ou jogar vôlei no Kayak Beach Bar, de onde partem nossos passeios de caiaque. Nas longas noites de verão, a vida do calçadão lentamente se transfere para o bairro vizinho de Výtoň, onde encontras o autêntico sorvete italiano na sorveteria Gelato Puro, além de excelentes vinhos franceses em Na Břehu Rhôny.

 

Mas o calçadão na beira do rio Moldava não é interessante apenas nos dias de calor. As muito populares feiras de agricultores, que vendem de tudo desde presunto até marmelada, acontecem por ali regularmente durante boa parte do ano, além de alguns festivais gastronômicos. Podes aproveitar também bebidas nos estandes: prove um café do Brewbar ao ar-livre. No outono e no inverno, em dias gelados, porém ensolarados podes fazer uma caminhada ao longo do calçadão para ter uma vista diferente do Castelo de Praga, em seguida dirija-se Café Terapie para um docinho e um café.

 

O calçadão praguense também oferece um bom aquecimento para uma trilha até Vyšehrad, onde oferecemos também passeios. Imerso em história, o complexo de Vyšehrad acima do morro é um lugar perfeito para uma tarde preguiçosa, independente da estação do ano. Caso sejas um fã de arte, não podes deixar de ver os prédios vizinhos construídos em estilo cubista, uma prova viva da unicidade da experiência arquitetônica tcheca do início do século XX.

Rua Krymská, Vršovice, Praga 10

A poucas quadras de distância de Vinohrady e com fácil acesso da Praça Venceslau, a rua Krymská se situa no coração do bairro de Vršovice, um distrito residencial com blocos de prédios amontoados e prodigamente decorados, além de exemplares ocasionais da arquitetura moderna, como por exemplo a Igreja de São Venceslau em estilo construtivista na Praça do Svatopluk Tcheco (Čechovo náměstí). O bairro desfruta da reputação de ser uma das áreas mais promissoras de Praga, parcialmente graças à concentração de lojas independentes e cafés incomuns na rua Krymská.

 

Caso já tenhas explorado bastante o centro da cidade e queiras se descontrair um pouco com alguma coisa para comer ou beber fora da agitação, Krýmská é o lugar certo. Delicia-te com um café e um bolo saboroso na doçaria Kavárna Šlágr. O Café V Lese, por sua vez, tem um porão de alvenaria ideal para receber shows e saraus, e podes ainda se misturar com os boêmios no Café Sladkovský, situado nas proximidades.

 

Os habitantes do bairro também se dirigem à rua Krýmská para as lojas independentes e alternativas, onde podes encontrar produtos diferentes das lojas de grandes marcas. Como o nome já sugere, a Boho Vintage Concept se orienta em roupas de estilo retrô, além de ter um café chamado Xaoxax, ao mesmo tempo uma galeria de arte e um café focados em ilustrações e trabalhos gráficos, e que além de tudo promove oficinas de arte para crianças.

 

A rua Krýmská também é um fácil acesso para os vastos Jardins de Havlíček ou Havlíčkovy sady, uma das áreas verdes mais renomadas da cidade e dominada pela imponente mansão de Gröbe. O parque adjacente foi inspirado no Renascimento Italiano, resultando em pérolas arquitetônicas bem peculiares, como uma gruta e algumas cascatas de água. Os portentosos pavilhões de madeira rodeados pelas parreiras que uma vez cobriram toda a área, fazem dessa área um local perfeito para aproveitar uma taça de vinho durante o verão.

Rua Dlouhá, Praga 1

Convenientemente situada perto da Praça da Cidade Velha, a rua Dlouhá tem se tornado um ponto de boa gastronomia, e caso estejas a procurar algum design tcheco para levar para casa, ou até mesmo opções de entretenimento, aqui encontras tudo isso.

 

Se o assunto é comer e beber, o turista poderia tranquilamente passar todo o seu tempo em Praga apenas na rua Dlouhá: os cantos desta rua têm um leque grande de opções. Caso queiras apenas um café e um doce, tente o popular Au Goumand, onde podes escolher de uma lista de tentações e gateaux indulgentes, além de outros doces franceses ou sopa para o almoço.

 

A expansiva Food Story, que serve desde pratos tradicionais tchecos até tapas, também funciona como uma loja de comidas finas e iguarias (deli). No mesmo teto, a Pípa Beer Story oferece mais de 150 tipos de cervejas engarrafadas. Ao mesmo tempo, tente também o Lokál Dlouhá para provar a atmosfera de um típico bar tcheco, felizmente sem a fumaça dos cigarros. Junte-se aos praguenses para um clássico menu de almoço com sopa e prato principal.

 

Seguindo em direção ao fim da rua, a Gurmet Pasáž Dlouhá é uma síntese da cena culinária de Praga cada vez maior, mais diversa e mais cosmopolita, com uma variedade de refeições incrível debaixo do mesmo teto. Ademais, o açougue Naše maso oferece carnes de qualidade, inclusive o famoso porco de Přeštice; no almoço podes provar uma porção de pão com salsicha ou reservar o local para um jantar privativo com uma explicação completa sobre os pratos servidos. Para algo mais leve, o bistrô Sisters é especializado em chlebíčky, especialidade tcheca que consiste em uma espécie de sanduíche aberto, uma fatia de pão em formato oval com um recheio não apenas bonito, mas sobretudo gostoso, ao qual o bistrô adiciona um toque saudável e contemporâneo. Ainda mais saudável é o My Raw Café, que serve a tendência em alta de raw food (comida crua ou não alterada por temperatura). Praga é o lar de uma extensa comunidade vietnamita, de cuja alguns membros servem sanduíches e muito mais no Bánh mì Makers, e também no banh—mi—ba em uma rua próxima, rua Rybná. A temática da culinária internacional segue forte na região com a La Bottega Bistroteka, uma rede popular de bistrôs italianos.

 

Bem próximo à rua Dlouhá, La Dégustation Bohême Bourgeoise ostenta uma estrela Michelin de gastronomia, e como o próprio nome sugere, o restaurante oferece um menu de degustação inspirado em ingredientes tchecos. Recomenda-se vivamente uma reserva prévia.

 

Mas a Dlouhá não é apenas uma rua de restaurantes; as opções de entretenimento incluem a Roxy, uma discoteca e casa de shows lendária em funcionamento desde 1992 e a M1 Lounge. Jovens profissionais se dirigem para o bar James Dean, que transpira uma atmosfera norte-americana, enquanto que a discoteca Klubovna 2. patro contém uma atmosfera mais grunge, alternativa ou arrojada.

 

O design tcheco sempre teve uma ótima reputação, e caso estejas procurando por algo para levar para casa, podes encontrar exemplares contemporâneos de designers tchecos de ponta por exemplo na Qubus Design. Caso queiras um exemplar da belíssima pedra granada tcheca, tente Granát Turnov ou J. Drahoňovský STUDIO ŠPERK. Oferecemos um cupom de desconto para o último.


Jardins de Letná, Praga 7

Para os habitantes de Praga, a área de Letná é célebre por ser um parque vasto, além de uma Meca para carrinhos de neném, adeptos do piquenique e do skate, para nomear apenas algumas das atividades. O metrônomo, onde já esteve um dia a maior estátua de Stalin do mundo, oferece uma vista de tirar o fôlego para a Cidade Velha, bem como seu jardim de cerveja, que é um ponto de visita obrigatório em caso de tempo aberto e ensolarado.

 

O Palacete de Letná (Letenský zámeček), um palacete reluzente próximo ao jardim de cerveja, torna o local um cenário perfeito para um almoço ao ar-livre, e caso gostes de jogar petanca, tens mais um motivo para visitar este local. Outras opções de comes e bebes incluem o Bistro 8, Café Letka, e para um café-da-manhã ou pequeno almoço inesperado, o Bar Cobra, aberto também durante a noite.

 

Para um dia chuvoso, o Museu Técnico Nacional, poucas quadras de distância dos jardins de Letná, causa entusiasmo até nos visitantes mais tecnofóbicos. Um dos pontos altos inclui o magnífico espaço de transportes, dedicado de todas as formas a chegar do ponto A ao B seja por terra, água ou ar. Outro ponto interessante é a maravilhosa coleção de carros tchecos.

 

Caso prefiras um local para compras, a seção sul da rua Veverkova, próxima a Letná, tem se tornado um ponto interessante de comércios independentes como a loja de roupas Jakoby ou a livraria PageFive, que tem adquirido mais e mais estoques de livros em inglês.

Pergunta mail-icon Enviar por e-mail Messenger https://www.avantgarde-prague.com.br/blog/quatro-lugares-para-viver-como-um-praguense Copiar link da página