Contato
Minha lista

Para preços e disponibilidade para este show, entre em contato conosco pelo info@avantgarde-prague.cz

Informações Importantes

Duração
Quando à noite
Onde? Nova Cena

Descrição

Musicalizar e dramatizar no estilo de ópera uma das mais insanas obras da literatura tcheca, Os Sofrimentos do Príncipe Sternhoch, de Ivan Klíma e ainda em esperanto? Para muitos algo inimaginável. Ainda assim o compositor Ivan Acher, autor do libreto, logrou adaptar o original com uma sentimentalidade excepcional, e isso ainda no contexto narrativo da Nová Scena (Nova Cena, divisão do Teatro Nacional tcheco especializada em peças de teatro e em apresentações mais modernas, daí o termo nova).

O protagonista da história fantasmagórica é o príncipe Sternhoch, que se casa com a filha de um oficial veterano, Helga, e ela tem retardo mental. Apesar de ela ser apática e de não corresponder aos sentimentos dele, o príncipe tem um afeto enorme por ela e ela engravida. Depois do parto, porém, Helga de uma certa maneira se transforma: ela declara ao seu marido desdenho por ele e acaba por assassinar a criança, a qual ela repugna, na frente dele. Ela proíbe a ele que encoste nela e se entrega a um vício secreto com um amante bem grosseiro. Quando Sternhoch os vê juntos, mata o amante e leva Helga para uma câmara de fome, onde a deixa até morrer. Como resultado disso, porém, ele começa a delirar, então parte para encontrar a feiticeira Kuhmist, para que ela limpe a consciência dele de alucinações demoníacas….

Uma composição musical comum provavelmente não daria conta de um tema tão bizarro, no qual se casam o onirismo diverso com o erotismo decadente e ainda flashes de uma beleza sutil. Por isso o compositor Acher alcançou uma fusão nada trivial de excertos de música clássica, eletrônica e a execução ao vivo de violino, viola, contra fagote e cítara e o resultado é realmente sensacional: as cenas maníacas são acentuadas pelos ritmos asfixiantes na fronteira do tecno (ritmo) com a excentricidade do rock e o barulho desarmônico, que se entrelaçam com o movimento radical dos seis dançarinos, ao passo que a música clássica de câmara volta na voz do sonhador tenor Sergej Kostov (Sternhoch) ou da soprano impressionantemente melancólica Vanda Šípová (Helga). Junto a este par central, que executa uma atuação vocal e dramática fantástica e diversa em posturas quase que contrastantes, brilha no papel de Kuhmist Tereza Marečková, que além de ser meio-soprano também toca o violino e a viola. No âmbito da criação musical e dramática nenhuma cena fica para trás, balanceando entre a atmosfera de horror, do jogo dadaísta e do figurino que carrega em si uma ampla gama de significados. A apresentação tem um formato mais compacto, que consegue, no entanto, chocar e impressionar o expectador, que é encantado pelas cenas e pela poesia mística de libreto.

A ópera tem em um ato e é apresentada em esperanto com legendas em tcheco e em inglês.

Ponto de encontro

Nova Cena Národní 1393/4 Praha 1 – Nové Město 110 00

Opinião dos viajantes